imagem

Isabel Brison Vive e trabalha em Sidney. Estudou Escultura/Artes Plásticas na F.B.A.U.L. e é mestre em Ciências da Comunicação/Artes pela F.C.S.H.U.N.L com Ciberespaco e utopia: fronteiras e “lugares nenhuns, sobre a influência da ficção científica como modelo utópico de funcionamento da internet nos seus primórdios. Tendo terminado em 2013 o curso de Informática CS50x pela Universidade da Harvard através do programa edX, desde então tem trabalhado como programadora web em regime freelance, desenvolvendo trabalho em PHP, Javascript e CSS. Tem ampla experiência de programação com o sistema de gestão de conteúdos WordPress. Expõe regularmente desde meados da década de 2000. Exposições individuais recentes incluem: O Futuro da Vida Urbana em Ruínas, Carlos Carvalho Arte Contemporânea (2012); Hechos Recientes en la Historia de las Ciudades, Galería Indecor, Lerida (2010). Colabora ocasionalmente com Nuno Rodrigues de Sousa, tendo organizado com ele os projectos “Paper Architecture” (2009) e “Daqui não se vê bem” (2011). Das suas exposições colectivas destacam-se: “Deambulações (diálogos fotográficos com Orlando Ribeiro)”,Átrio da Reitoria da Universidade de Lisboa (2012); “ Opções e Futuros #5”, Aquisições da Fundação PLMJ (2010); “Identidade e Simulacro”, Junho das Artes, Óbidos (2009); “Em Diferentes Escalas”, Espaço Avenida,Lisboa (2008). Está representada na colecção da fundação P.L.M.J., colecção BESart e na Fundación Coca-Cola Juan Manuel Sáinz de Vicuña. Publicou «Cérebros em Caixas Mecânicas: Cyborgs Avant la Lettre em H. P. Lovecraft e C. L. Moore», in Jorge Martins Rosa (org.), Cibercultura e Ficção, Lisboa, Documenta, 2012, pp. 79-92.

Anúncios